data: 21, 22, 23, 24 e 25 de Janeiro de 2009.
locais:
- Ruas da cidade  - Mercado Ver-o-Peso  - Cineclube Corredor Polonês - Belém / Pará

programação


em janeiro, confira o Fórum Social Mundial e o Encontro de Rádios Livres, que também acontecerão em belém.
 


:::: QUANDO & ONDE ::::

de muitas partes do globo


dia 20 de janeiro



Durante o dia chegada dos participantes @ tacacacumpocagoma

Streaming global de concertos e encontros pela web no dia 20 de janeiro, num apelo pela paz em Gaza

Qualquer um que quiser organizar algo em sua cidade pode entrar em contato com o pessoal da http://giss.tv (em espanhol ou inglês pelo email gissnetwork@gmail.com), rede independente de streaming que esta apoiando a iniciativa. O pessoal da giss vai dar uma força na transmissão, é só entrar em contato pelo email ou por irc (server : irc.goto10.org , channel : #giss )


A partir das 20:00h @ cineclube corredor polonês


- Durante o jantar no salão - apresentação do Coletivo Corredor polonês, o espaço, nossa história, projetos Bonde Andando, Cinema Pobre no Marajó e trocas de experiências ;

- Finalização da programação dos dias posteriores


Belém, Pará - 21 a 25 de janeiro de 2009


/ / ruas da cidade
/ / mercado ver-o-peso
/ / cineclube corredor polonês


21 de janeiro



Pela manhã @ tacacacumpocagoma


Café da manhã com tacaca

tecendo em redes. catados dos encontros anteriores e montagem dos espaços expositivos do festival junto a discussão sobre co-laboração, coletividade, hardware, redes, software livre, espectro aéreo, rádios, gambiarras, apropriações, produção multimídia, transmissão de áudio e vídeo etc

Grafika: Outra América

recursos contra-hegemônicos de livre circulação

> Iconoclasistas (argentina)
> Beehive Collective (méxico/eua)
> Latuff (o traço-bomba da rede! / brasil)
> Etc-group (canadá)

Cineclube faça-vc-mesm@

alguns filmes que gostaria de exibir!
*maíz transgênico duração 51 minutos
*Teletiranía - la dictadura de la televisión en méxico
*Las izquierdas mexicanas
*otras verdades sobre el petróleo - méxico, 2008
*chiapas, la outra guerra
*ou vai ou racha! vinte anos de luta
*vamos à luta! vinte ecinco anos
em abril de 1997 os indios makixi do norte de roraima comemoram vinte anos do movimento pelo reconhecimento da párea indígena raposa serra do Sol, onde vivem cerca de 13 mil índios. em abril de 2002, os makuxi comemoram 25 anos de resistência sob pressão do exército na vila de uiramutã
*A música é a arma, documentário sobre Fela Kuti, ativista da música africano
*Brad Will: uma noite mais nas barricadas
*Vídeo nas aldeias
*Vídeo nas aldeias se apresenta
*Índio na TV
*Oficina de Rádio Livre na Barreira da Missão - Tefé-AM
*I Festa da Xibé
*Chuva de Mídia Independente
*The Agronomist (rádio independente no Haiti)

(DVD e VHS)

Lançamento de livros

- Livro Sub3
- Futuros Imaginários - g2g/ Letícia Canelas
- Comunicação para a Cidadania: Caminhos e Impasses
(coletânea com seleção de artigos do NP Comunicação para a Cidadania apresentados na Intercom de 2007, organizado por Bruno Fuser)
O lançamento pode ser feito com a apresentação atualizada do artigo "Um laboratório de comunicação livre no médio Solimões" que traz a experiência da rádio livre Xibé e sua parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (com apresentação usando data-show e vídeo - quando poderia ser isso???)

eXPECTRO AÉREo; Rádio-Arte

intensidade intenção ver comoção sagacidade despertar olhar emoção
irmandade sensibilidade tocar locomoção
modernidade memória entender criação
lealdade movimentos dúvida compreensão
cidade conexão
velocidade lentidão
periodicidade penetração
multiplicidade dispersão
ação


A partir das 19:00 @ cineclube corredor polonês


Cineclube Corredor Polônes, 50 anos, convoca: apropriação histórica, narrativas locais, imaginários coletivos, discussão cultural do trabalho, da família e da tecnologia.


- no salão- Ensaio (aberto) do Bonde Andando música e performance (Rômulo, André, Francisco e Isabela);


22 de janeiro



Pela manhã @ tacacacumpocagoma



Café da manhã com biocrítica

tecendo em redes. ações práticas para a resistência cotidiana. conhecendo seu inimigo (pode ser vc mesm@!)

Investigação sobre o imperialismo genético, de dentro da cobiçada mata



planejamento, pesquisa a feitura de uma pequena horta medicinal a ser desenhada pela coleta de relatos orais sobre conhecimentos tradicionais referentes às propriedades curativas de ervas, plantas, bebidas e suas receitas, questionaremos o monopólio farmacêutico que exercem empresas como JOHNSON & JONHSON, LA ROCHE, PROCTER & GAMBLE movimentando ate 1,7 bilhões de dólares para cada nova droga lançada no mercado, sendo que apenas 35% delas são realmente inovações, apenas recombinação de dosagens ou rotina de administração, ou seja 70% delas são praticamente medicamente irrelevantes.ao ano, somente as empresas estadunidenses de biotecnologia, como toda megacorporação, com seu fascínio pela maquiagem, gastam ainda 19 bilhões de dólares em auto-promoção, empresas como a MONSANTO proprietária de 33% das sementes transgênicas, lider no (novo?) mundo da biotecnologia, retroalimentando-se de seus venenos. O próprio FMI concluiu que 75% do aumento dos preços dos alimentos é oriundo da produção de biocombiustíveis e fatores relacionados com o cresceimento crescente destes. Conversaremos também sobre formas de difusão deste conhecimento, já que o licenciamento da natureza já existe à nossa revelia, das cores às sementes e espécies humanas. como usufruir da devida inteligência de nossos saberes tradicionais sem temer por sua liberdade? traga sua mudinha e sua história!

Investigação sobre a história econômica e social dos alimentos

oficinas sobre histórias dos alimentos, enquanto se cozinha e come, pensa-se e desfetichiza-se os alimentos, suas histórias, origens, de onde vem o custo, quem produz, quem ganha com o que produz...

Monopólio Artificiais: conexão américa latina

bate-papo com bea busaniche (vialibre.org - argentina) organizadora do livro MABI, monopólio artificiais sobre bens intangíveis o livro pode ser baixado aqui
http://www.vialibre.org.ar/wp-content/uploads/2007/03/mabi.pdf

Queer_copyleft

investigação sobre a bio (cyber-trans) pirataria ou o hacktivismo corporal. A proposta da oficina é pensar os cruzamentos entre política/práticas queer, copylef e vidas precárias. exibição de filmes (as bombadeiras/br, mujeres guerrila/mx, loiras geladas/br)


Das 18:00 às 21:00h @ cineclube corredor polonês


- no salão - Ensaio fotodança (aberto) de Amor Venéris ou Um colar de Brilhantes para uma Pobre Donzela (Isabela e Pedro);


23 de janeiro



Pela manhã @ tacacacumpocagoma


Café da manhã com liberdade

tecendo em redes. costurando conceitos, opressões, cooptações e resistências


A diferença é o princípio da realidade! (Mais) uma mesa sobre mídia e cultura livre

Date: Thu, December 4, 2008 7:58 am /To: submidialogia-AT-lists.riseup.net
"Não se trata de brigar pelo poder de dizer o que é ou não livre. ademais o livre não é um adjetivo, pra maioria que faz há mais de década mídia livre, mas um conceito, que faz funcionar agenciamentos, mobiliza para encontros, multiplica transmissores, abre caixas-pretas, resiste à polícia, à anatel às tentativas de cooptação dos pelegos, etc. A mídia livre do poder é a que não se organiza hierarquicamente: não tem diretor ou editor que dita o que pode ou não pode ser veiculado no meio; é a mídia aberta à participação de qualquer pessoa, gerida coletivamente e mantida coletivamente; é a que não quer a manutenção e aumento de audiência com vistas a aumento de poder. essa, além de livre é, no meu entender, a verdadeira mídia pública, que não pretende representar o público por meio de delegados de poder ou conteúdos ditos de interesse público; a mídia pública, livre, é a mídia feita pelo público, aberta ao público, que se expressa de maneira livre (aqui abro espaço para o experimental, para a arte e para o ruído)."

"eles usaram a sacada de juntar um monte de nome diverso, preparar um email, manifesto e sacar pra listas. e esse é um modelo que muitos de nós
utilizamos pata manifestar nossas idéias e ações. mas, pra mim o que fica claro são audiências e propósitos beem diferentes - sendo que um, se utiliza de um dircurso amplo e diverso para um propósito político endereçado, maquilagem. temos que parar é de juntar público para eles.esquece a cena"

discussão sobre o conceito e/ou prática de mídia livre
quem? tai, tiago, fabs e gi - ssa - df - pr - pa - propõe quem cola?



A partir das 19:00h @ cineclube corredor polonês


- no salão- Ensaio (aberto) do Bonde Andando música e performance( Rômulo, André, Francisco e Isabela);


24 de janeiro




Pela manhã @ tacacacumpocagoma



cUletivas em cUletivos

As ações ocorrem dentro de transportes coletivos da zona urbana de Belém do Pará, sendo que cada ação individualmente, especificamente, dentre todas as ocorridas, objetiva sempre uma ação coletiva composta por uma equipe de artistas, em que todos os membros dirigem-se ao ponto de ônibus, embarcam no mesmo, pagam suas passagens, desenvolvem a ação e em seguida descem da condução, seguindo os padrões normais de um passageiro qualquer.




Há ações propostas e ações a serem ainda propostas pelo coletivo, e todas elas são ações relâmpago, em transportes coletivos urbanos e estão descritas e justificadas nos links acima.
coletivoarruassa@gmail.com/polaia@riseup.net


Submundixlogix

Date: Fri, December 19, 2008 7:08 am /To: submidialogia-AT-lists.riseup.net
Abordar modos de sobrevivência. Anotações sobre existência. Refletir sobre diferentes exercícios. Identificar e ecoar alerta sobre instâncias opressoras (e o sentido de significá-las), apontar o acesso ao conhecimento não aparente como princípio emancipatório frente a tais estruturas castradoras. Transitar táticas, experiências, circulações, compartilhar procedimentos de não perpetuação dos modelos inadequáveis, indesejáveis, insustentáveis, insuportáveis... A liberdade trata também da mobilização e difusão dessas práticas.



QUASE INFINITO E/OU APODRECE E VIRA ADUBO SUBMIDIÁTICO


A partir das 19:00h @ cineclube corredor polonês

Cineclube Faça-vc-mesm@


25 de janeiro



Pela manhã @ tacacacumpocagoma


A-C-O-R-D-A

O projeto pretende desenvolver uma ação coletiva, em torno da orla da região metropolitana de Belém, orla do mercado do Ver-o-Peso, resgatando a lenda da Cobra Grande para o paraense e a relação mitológica deste animal com outras culturas.

clique no link abaixo pra mais detalhes:


coletivoarruassa@gmail.com / polaia@riseup.net



A partir das 19:00h @ cineclube corredor polonês


Cineclube Faça-vc-mesm@


sem data


Redários efêmeros - internet a manivela


Ocupação de espaços públicos como praças, praias, florestas, acampamentos, com Instalação de infra-estrutura de acesso à internet. A infraestrutura será física, através de redes de dormir penduradas no mobiliário público; e virtual, com o uso de um celular que transforma a internet 3G para ponto de acesso sem fio. A alimentação do celular será feita a partir de um dínamo a manivela para garantir independência de pontos de eletricidade.

Blog Colaborativo: http://verdeamazonia.wordpress.com


Venha mapear as plantas e conhecimentos medicinais na Amazônia.!!!
Verde Amazônia é um blog colaborativo com a intenção de mapear as plantas e conhecimentos medicinais na Amazônia. Durante os dias do Submidialogia#4 pretendemos fazer um mutirão de coleta de material sobre o assunto. Serão textos, fotos, áudios, vídeos e entrevistas que contam um pouco desta história.



:: ENDEREÇOS :::

Cineclube Corredor Polonês
Rua General Gurjão, 253, Campina


Tacacacompocagoma
Travessa Boa Ventura, 706, bairro do Umarizal


+++

Ocorrem a todo momento atualizações na programação. Por favor confira no wakka a última versão desta
.