data: 21, 22, 23, 24 e 25 de Janeiro de 2009.
locais:-Ruas da cidade -Mercado Ver-o-Peso -Cineclube Corredor Polonês - Belém / Pará

submidialogia

a arte de re:volver o logos do conhecimento pelas práticas e desorientar as práticas pela imersão no sub-conhecimento, de 21 a 25 de janeiro de 2009, em Belém, Pará.

-co-[MIDIA]-:

"Um refúgio? Uma barriga? Um abrigo onde se esconder quando estiver se afogando na chuva, ou sendo quebrado pelo frio, ou sendo revirado pelo vento? Temos um esplêndido passado pela frente? Para os navegantes com desejo de vento, a memória é um ponto de partida." Eduardo Galeano


pretende ocupar o espaço a ser criado na cidade de Belém uma semana antes do Forum Social Mundial, promovendo intervenções artísticas multimidia em locais públicos com convidados vindos de todo Brasil.

Na Amazônia, especialmente conflituosa em virtude do processo histórico da economia de bases extrativistas, recursos naturais são devastados para construir um modelo de progresso, a cultura artificial de consumo se impõe sobre a cultura autóctone e gera hibridismos culturais que formatam indivíduos a partir da dessensibilização, a fome exubera: fome de alimentos, conhecimento e solidariedade.

Neste turbilhão de conflitos, carências e problemáticas sociais está a figura da mulher, impelida a adotar padrões comportamentais depreciativos diante da sociedade ficando, muitas vezes, fragilizada perante a cultura machista e sexista que a impede de agir positivamente em suas relações profissionais e pessoais gerando uma grave violação dos direitos humanos que precisa ser enfrentada e prevenida, aspiramos que os homens e mulheres possam compartilhar os sentimentos acerca de suas necessidades e dificuldades.

A deterioração das funções familiares acompanha a transformação do capital financeiro, cuja estratégia de revitalização pauta-se na venda, no comércio e na substituição imediata das mercadorias. Esse princípio estende-se para o campo do humano, de modo que substituir alguém nos postos de trabalho, na afetividade e nas relações interpessoais é uma atitude vulgar.

Como prevenir a violência que grassa nos canais de comunicação e invade o silêncio das casas, tornando a vida uma mercadoria, um bem, não um valor?

É preciso superar mitos e reformular a relação interpessoal, ativar o diálogo entre homens e mulheres através da prática artística, da poética nas relações, ocupar o espaço da mídia para re-construir esses valores.

Desta maneira, o evento pretende ir além da discussão sobre gênero, refletindo também sobre a formação de famílias e quais histórias surgem das famílias co-letivas, co-laborativas, co-munais, co-operativas, etc, porque processos midiáticos encerram uma justaposição entre acontecimentos culturais/sociais de uma diversidade veloz inquantificável entre movimentos coletivos, comunitários e colaborativos que podem ou não constituir ou destituir famílias.

Ao criar um espaço de convivência entre os participantes queremos mulheres pensantes criando espaços de reflexão, homens cozinhando e crianças descobrindo os espaço na cidade (jogos, atividades, objetos). Diversas criações, exposições e debates ocupam os espaços durante o dia, para convergirem de noite no cineclube.

Ao compreender os imaginários de dentidades locais e globais sobre o universo feminino pensante abstrato e o masculino de produção e execução questionamos gênero e reconhecimento sem separar o sujeito do objeto: quem forma as mentes na Amazônia?

OBJETIVOS: apropriação histórica, narrativas locais, imaginários coletivos, discussão cultural do trabalho, da família e da tecnologia.


Para discutir e aprofundar essas questões, comemoremos o Submidialogia #4, conferência que será sediada em Belém, estado do Pará. É para esse encontro que estamos convidando você, abrindo também uma chamada para apresentação de *rituais de celebração do imaginário* e *exposições permanentes de experiências* relacionadas aos temas. Se existe um grupo, um ser, uma performance coerente ou expressões de discordância criativa em relação ao festival, estas poderão ser incluídas na programação através desta chamada.


"Tenho saudades de um país que ainda não existe no mapa"

Uma proposta de integração através de debates e práticas sub>midiáticas.

Submidialogia é um projeto crítico multidisciplinar de arte, mídia e tecnologias participativas, de cujo processo todos os agentes envolvidos - a comunidade local, teóricos, técnicos, artistas, ativistas e o espaço público - tomam parte.

O projeto tem provocado ações experimentais que inovam no campo da mídia digital e novas tecnologias porque se dão verdadeiramente a partir de processos colaborativos abertos e em constante construção. Questionam-se assim as configurações sociais, culturais e políticas, além do uso imaginado sobre a existência dos objetos técnicos e estéticos.

Ao fomentar o diálogo entre teoria e prática tendo como ponto de partida a convivência junto ao dia-a-dia das comunidades e pessoas, nos espaços públicos, fazemos arte, ciência e gastronomia. Trocam-se idéias, experiências e conhecimentos, enquanto todos participantes constróem coletivamente os momentos do festival.

Tanto tema quanto formato ainda estão em construção, mas pairam na convergência entre cultura, comunicação, resistência, re-significação, mídia, tecnologia, arte e táticas.

Através da realização de diferentes formas de oficinas e interações (debates, espetáculos, exibições, transmissões ao vivo, convivências filosóficas, choques elétricos, e intervenções cotidianas), do registro de relatos orais e da criação de mecanismos de visibilidade dentro e fora das comunidades, o projeto busca equipar seus participantes com recursos para que falem de suas especulações, estudos avançados, práticas e que reflitam, através da experiência criativa, um pouco desta identidade conturbada pela velocidade da transformação econômico-social.

Em Belém, uma semana antes do Fórum Social Mundial, o Submidialogia pretende atuar junto ao evento hospedeiro co[MIDIA], expondo diversos trabalhos artísticos em espaços públicos para colocar em pauta um debate mais amplo sobre a atual crise financeira mundial e suas raízes na crise de valores da família moderna.


Consideramos essencial que se aprofunde esta discussão de forma inesgotável.


Vitória Mario, sub>relato, 18 de outubro de 2008

..çç

submidialogia#1 (Campinas - SP)
http://radiolivre.org/submidia/submidialogia/

submidialogia#2 (Olinda - PE)
http://submidialogia.descentro.org/

submidialogia#3 (Lençóis - BA)
http://www.descentro.org/submidialogia3/

Relatos, fotos e áudios das últimas edições
http://pub.descentro.org/submidialogia_o_estudo_da_subversao_dos_meios

++

Leia mais sobre o tema, ajudando na construção do sub#4 em
http://wakka.midiatatica.info/wikka.php?wakka=SubmidialogiA4

Inscreva-se em nossa lista de discussão!
http://lists.riseup.net/www/info/submidialogia